quarta-feira, agosto 22, 2007

Mitosis

11 comentários:

Fa menor disse...

Muito interessanse!
Também interessante era um Cd cheio de informação sobre as células, que me ajudaria no estudo , e eu só me baralhei toda!
Nã, por aí não vou

antonio disse...

Não tem legendas nem som! Assim não tem piada.

Pareceu-me um processo complicado, ao qual o realizador se deu ao trabalho de lhe conferir uma certa beleza e alguma poesia... acontece quando brincamos aos deuses!

Porque acreditamos ser essa a Sua marca.

alf disse...

António
Tem som tem; click no altifalante, deve estar no mínimo

Não sei se é por ser a marca dum deus... ou a nossa marca...

Pedro Jorge disse...

aprendi isto no 11º

Este é um dos blogs com maior produtividade e utilidade pedagógica que alguma vez frequentei!

E sem conhecer tudo do mundo da internet, parece-me que posso filtrar muito e reparar que esta qualidade de trabalho e entrega é difícil de alcançar, por isso, a minha afirmação continuará válida mesmo que eu continue a pesquisar na internet por blogs com esta envergadura de dimensão intelectual.

Este continue que comento está a tornar-se banal nos comentários em geral e num género de paradoxo este é especial.

Pedro Jorge disse...

Uma explicação em 1:28 segundos do processo que explica a duplicação de todas as células que sustenta toda a vida conhecida.

Consegue responder à questão da teoria do Tudo? É simples? :)

É que disso percebo nada e gostava de encontrar a resposta.

(respondendo ao antónio) com ironia.

alf disse...

Pedro Jorge

Obrigado pelo seu entusiasmo!

Também achei o video muito bom; e há mais no youtube, fiquei fascinado.

Continue por aqui que começará a ver surgir a verdadeira teoria do tudo... iremos além de tudo o que pode ter imaginado. Pode parecer arrogancia minha, mas daqui a um ano me dirá.

indomável disse...

Alf, meu amigo...
Como muito bem sabes, tu és já um Deus para dois pequenos cérebros que começam a germinar ideias que vão para além da minha compreensão...
por isso mesmo tu és já o seu cientista preferido, para além do amigo querido da mãe e um companheiro de brincadeiras sem igual...
Este vídeo foi-lhes direito ao coração e a mim serviu-me de emenda para não lhes voltar a mostrar este blog nos próximos 10 anos!
é que depois da visualização, as perguntas começaram a jorrar, a imaginação voou mais longe, tendo por companheira a curiosidade e tive de me descartar dizendo-lhes que quando viesses visitar-nos logo responderias ao resto das questões.
Então quando o Alex começou a perguntar se era assim também que eram feitos os dinossauros, se as célualas eram do mesmo tamanho ou maiores...? A minha camioneta começou a transbordar de tanta areia!!!
Vá lá! sê simpático e dá-me descanso! É que umaq gaja burra como eu não consegue acompanhar estes raciocinios muito xpto...

antonio disse...

Pedro, o papel do mestre é ensinar o aluno a caminhar... não entendi a sua ironia (nós os génios temos às vezes essa dificuldade em entender os outros) ;)

alf disse...

Indomável

Boa pergunta a do Alex; e encerra uma pergunta fundamental: seriam as células dos dinossaurios iguais às nossas?

Eu aqui afirmo que as células evoluem. Isto é uma ideia revolucionária, porque a presunção dos cientistas é que só as espécies evoluem.

Agora começa-se a descobrir que há coisas diferentes nas células dos répteis; e há quem pense que foi por causa desse "defeito" que os dinossaurios faliram. Erro! As células dos dinossaurios eram mais evoluidas que as dos repteis e as dos mamíferos mais evoluidas ainda. Por isso é que são diferentes, não porque as dos réteis tenham um "defeito".

Portanto, o Alex, ao fazer essa pergunta, tocou num pensamento que parece não ocorrer a um "crescido". O que foi óbvio para ele parece um absurdo aos olhos dos cientistas.

Por aqui podes perceber como os olhos dos "crescidos" são, afinal, olhos quase cegos...

antonio disse...

Ainda sobre o papel da inteligência. Tirando partido de ter comigo, na praia, um agricultor com rebanhos, perguntei-lhe como se cria um cão pastor, daqueles que são capazes de reunir o rebanho a uma ordem do pastor. Eis a resposta:

Como se forma um cão pastor? Insere-se o animal numa matilha de cães pastores já treinados e experientes.
Como se sabe se o cão é “esperto”? Se aprende com os outros, se segue o cão líder e se encontra o seu lugar na matilha (que nunca é numerosa).
Como se cria um líder? Vendo se o cão sozinho dá conta do recado.
Qual o papel do pastor? Castigo e recompensa, quando um dos cães entra na brincadeira, da próxima vez fica junto do pastor e é obrigado a assistir ao trabalho dos outros sem se mexer.

O que assistimos, não é ao resultado directo da inteligência animal, mas ao triunfo da sua aprendizagem, para o qual foi indispensável a sua inteligência!

Vejamos outro caso. Quando a mulher eliminou o papel do macho dominante na manada humana, começou verdadeiramente a nossa civilização.

O esforço combinado da aprendizagem dominou uma inteligência superior. ;)

alf disse...

António

A lógica é um pouco confusa mas a conclusão é brilhante!!! Os machos que têm a mania de que são dominantes é que dão cabo da civilização.

A propósito disso, tb fiz um post nos "Leques Agitados" (andamos sincronizados, é o que é...)
http://lequesagitados.blogspot.com/